quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

PAZ E AMOR PARA 2011

imagem cópia net


De repente, num instante fugaz,
os fogos de artifício anunciam
que o ano novo está presente e o ano velho ficou para trás.

De repente,
num instante fugaz,
as taças de champagne se cruzam
e o vinho francês borbulhante
anuncia que o ano velho se foi e ano novo chegou.

De repente, os olhos se cruzam, as mãos se entrelaçam e os seres humanos, num abraço caloroso, num so pensamento, exprimem um só desejo e uma só aspiração:

PAZ E AMOR.

De repente, não importa a nação, não importa a língua, não importa a cor, não importa a origem, porque todos são humanos e descendentes de um só Pai, os homens lembram-se apenas de um só verbo:

AMAR.
De repente, sem mágoa, sem rancor, sem ódio, os homens cantam uma só canção, um só hino, o hino da liberdade.

De repente, os homens esquecem o passado, lembram-se do futuro venturoso, de como é bom viver. . Feliz Ano Novo !!!
fonte: aqui


terça-feira, 28 de dezembro de 2010

A Maria nasceu!

Os pais da Maria ofereceram-nos este lindo presente, que aqui deixamos com muito carinho., e votos de muitas felicidades, para esta maravilhosa família!

"Olá!!!

Quero partilhar com todos vocês a experiência do meu nascimento.

No d
ia 22 de Outubro, a minha mamã começou a ter contracções no final do dia. Fomos ao hospital, mas como ainda tinha pouca dilatação, mandaram-na para casa. E ainda bem!!! Nas aulas de preparação para o parto, as senhoras enfermeiras tinham aconselhado a ficar em casa o máximo de tempo possível… pois, seria mais confortável para a minha mamã… E assim fizemos.

Nessa noite, a minha mamã dormiu muito pouco: as contracções estavam de 10 em 10 minutos, até que na manhã do dia 23 passaram para 5 em 5 minutos. Fomos novamente para o hospital, onde demos entrada ás 10horas. Já lá ficámos porque a mamã estava com dilatação de 4cm.

Apesar dela querer um parto sem a epidural, isso não foi possível: a dilatação era muito pouca, e as dores e o desconforto já eram consideráveis.

O periodo expulsivo iniciou ás 14h e ás 14h07m já eu estava cá fora!!!

Lembro-me de que quando me colocaram sobre a barriga da minha mamã, ela olhava fixamente para mim, como a observar a minha reacção. Mais tarde, ela disse-me que apenas estava a observar os meus olhinhos enormes, que não deixavam de a observar a ela… nasci com 2750gr e com 47cm de cumprimento, e deram-me o nome de Maria!

Tudo correu bem!!! Temos imenso a agradecer ás senhoras enfermeiras da Associação Milagre de Vida, que ajudaram os meus papás a perceber melhor quer as questões relacionadas com o parto, quer outras situações relacionadas comigo. Se não fossem os conhecimentos que obtiveram nestas aulas, não estariam tão bem preparados para o momento tão importante que foi o meu nascimento.

Beijinhos a todas!!!

Esta foi a história contada pela Maria, que não podia ser mais verdade.

Eu (Sara), e o pai da Maria (Sérgio), agradecemos imenso toda a atenção que nos foi dada durante as aulas de preparação para o parto. De facto, são horas em que abdicámos de outras coisas, mas que efectivamente valem bem a pena. Aprendemos a estar mais bem preparados para a chegada da nossa princesa, apesar de todos os dias serem uma surpresa total.

O nosso muito obrigada, e beijinhos para todas.
Sara e Sérgio


A Associação agradece este lindo testemunho dado pela Maria! Aos pais o nosso muito obrigada!

Felicidades!