quarta-feira, 2 de junho de 2010

O Nascimento do Ema!!!

Foi no maravilhoso dia 28 de Abril pelas 11H59 que a Ema nasceu, exactamente ás 39 semanas de gestação, através de cesariana devido ao facto de a nossa princesa não ter conseguido dar a volta no útero da mamã.
Este não foi o tipo de parto que tínhamos idealizado, pois sempre foi nossa vontade passarmos pela experiência de um parto normal em que o Bruno pudesse assistir ao nascimento. Tendo sido cesariana, tal não foi possível.

Assim, por volta das 11H dei entrada no bloco, munida do kit da LUSOCORD, para ser submetida á cesariana que eu tanto quis evitar e que tanto receio me provocava. Foi-me administrada a epidural, procedimento que não me causou dor nem desconforto, e logo comecei a perder a sensibilidade na minha perna esquerda, passando para a perna direita e subindo para o meu abdómen.

Nesta altura entrou a equipa médica, liderada pela Dra. Célia Araújo, que imediatamente iniciaram a cesariana. É uma sensação um pouco estranha quando começam a fazer os cortes no abdómen e a aplicarem os afastadores, apesar de nunca sentir qualquer tipo de dor.

Poucos minutos depois, retiraram a Ema e logo o seu maravilhoso choro foi ouvido e não consegui conter as lágrimas. Não a consegui ver imediatamente pois tenho miopia e não me foi permitido levar os meus óculos para o bloco mas a Dra. Célia informou-me imediatamente que era uma menina linda.

Assim, só após terem terminado os primeiros cuidados e testes ao bebé, é que uma enfermeira me trouxe aquele lindo embrulhinho bem juntinho da minha cara para eu a puder ver por uns breves instantes, que emoção!!

De seguida levaram logo a Ema para conhecer o papá, apesar de só terem deixado o Bruno espreitar a bebé e não ter tido sequer a oportunidade de pegar na Ema ao colo.

Logo de seguida ela foi colocada na sala de recobro sozinha, com uma fonte de calor, aonde ela teve que aguardar a minha chegada.

Quando terminaram a cesariana, foi levada para junto da Ema na sala de recobro e nesta altura uma enfermeira colocou-a junto do meu peito para que ela pudesse mamar, a enfermeira teve que nos dar uma ajuda pois a Ema não queria pegar na mama.

Subimos as duas para a maternidade por volta das 15h30, e aí permanecemos até a nossa alta no dia 1 de Maio. Com excepção de uma das noites do nosso internamento, tivemos um óptimo apoio por parte das enfermeiras, sempre muito prestáveis e atenciosas.

A amamentação e o aumento de peso tem sido uma batalha desde o primeiro dia para nós. A Ema não quis pegar na mama apesar de todos os meus esforços e ficava muito irritada e zangada com o facto.

Tive que recorrer á extracção do leite com uma bomba e dar-lhe o leite materno pelo biberão, muitas das vezes tendo que a acordar para ela mamar.

Só no final da terceira semana é que a Ema começou a engordar o valor mínimo diário.

Continuei a insistir com a Ema para pegar na mama mas só agora, exactamente no dia em que ela completou um mês de vida, é que ela se decidiu a pegar na mama e assim tem sido desde esse dia para grande alegria minha!

O curso que fizemos na Associação Milagre de Vida foi uma óptima preparação. Para nós, que não tivemos um parto normal, os cuidados no banho e a amamentação foram muito úteis.

Aconselhamos a todos os novos pais a participarem num curso de preparação pré-parto.
É fantástico ter a Ema nas nossas vidas, cada dia descobrimos algo novo e não há emoção mais maravilhosa do que a ver sorrir.

A equipa da associação deseja-vos as maiores felicidades, tal como diz, "não há emoção mais maravilhosa do que a ver sorrir"

Que esse sorriso seja a força para melhor viver, as mudanças desta nova etapa da vossa vida famíliar.
PARABÉNS!!!

PARABÉNS!
Desejamos-vos as maiores felicidades, ficamos ao vosso dispor

2 comentários:

Joana Pinto disse...

A Sandra e o Bruno estão de parabéns, especialmente no que diz respeito à amamentação. Eu sou testemunha que nunca desistiram de amamentar a Ema, esforçaram-se sempre ultrapassar as dificuldades que foram surgindo, procurando apoio e aconselhamento. Um abraço para todos...

Sónia Soares disse...

Olá Sandra, Bruno e Ema!

Fiquei muito feliz ao ler o vosso testemunho! Até me caíram as lagrimitas...:) Lembrei-me da emoção de ver o meu filho, tal como descreveu da Ema... Que bom, vale mesmo a pena viver a experiência da maternidade! Muitos, mas mesmo muitos parabéns!!!